quinta-feira, 22 de outubro de 2009

SAMBAS QUE NÃO DESFILARAM : A VIAGEM DO DESCOBRIMENTO


Que se dane quem ganhou. Esse espaço começa hoje, da forma mais botafoguense do mundo - e querendo colaborar com a preservação da memória do samba de enredo - a indicar de vez em quando os liames de sambas que não venceram os concursos de suas escolas. Só vai valer samba derrotado. Na visão deste escriba, deveriam ter vencido e cruzado a Sapucaí. O carnaval agradeceria.

Garimpado na Galeria do Samba, por exemplo, há o hino que Eduardo Medrado, João Estevam, Cesar Som Livre e Waltinho Honorato fizeram para a Imperatriz Leopoldinense no carnaval de 2000, sobre a chegada do Seu Cabral ao Patropi. Não ganhou, por incrível que pareça. Com refrões inusitados e linha melódica audaciosa, é um sambaço-aço-aço.

Ouçam aqui e tirem suas conclusões. O pedralvarescabral, aposto, escolheria ele e sairia cantando : Cravo e canela e seda pra saia dela... Belezura do Brasil mais brasileiro.

Abraço

7 comentários:

Carlos Andreazza disse...

Beleza de samba-enredo. Essa parceria do Medrado com o Waltinho era bacaníssima.

Saudações imperianas!

Beatriz Fontes disse...

Aqui no trabalho não consigo ouvir, mas quero deixar registrado que adorei o link... Não fazia nem ideia de que pudesse existir um site como esse. Bacana.

Luiz Antonio Simas disse...

Valeu, ANDREAZZA. É mesmo um sambão esse da dupla Medrado-Waltinho, grotescamente derrotado numa disputa maluca.

Saudações imperianas! [estou gostando cada vez mais do samba de 2010 da nossa Serrinha querida]

Carlos Andreazza disse...

Estou convencido, mestre Simas, que escolhemos o melhor samba do carnaval de 2010!

Luiz Antonio Simas disse...

BIA, o site é ótimo. Tenta ouvir depois o samba. É bom pra caramba.

alberto disse...

Grande linha essa, Simão, dos sambas que não desfilaram.
Uma sugestão: lembra o samba que o Celino Dias cantou, naquele encontro nosso com ele e o Moisés Santiago?
abraço
mussa

Caio Nolasco disse...

Belo samba. Bela iniciativa. Sou frequentador assíduo deste espaço e posso dizer que é uma grande samba enredo para mim. Obrigado. E avise quando o livro for lançado.

Um abraço

Caio