sexta-feira, 13 de novembro de 2009

DA SÉRIE "ESTÃO DE SACANAGEM"

A Beija Flor de Nilópolis anuncia uma grande atração para este sábado, dia nobre do samba, em sua quadra: Show com um bamba da pesada, rei do sincopado e do balacobaco, versado na arte do partido alto, grande conhecedor de sambas de enredo, homem que diz no miudinho como poucos. Como se não bastasse, vendeu mais de um milhão de cópias de seu último trabalho: Padre Fábio de Mello.
Meu comentário vai em forma de samba e sugestão de repertório, já que o padre e a Beija Flor merecem uma homenagem:

5 comentários:

Eduardo Goldenberg disse...

Querido: você consegue imaginar - assim, por alto... - o que diria nosso Nelson Rodrigues se vivo estivesse?! Estão de sacanagem... PQP!

Blog do Ernestão disse...

Pois é, se este padre vier pra Piracicaba (SP), vai fazer dupla caipira com o Padre Marcelo Rossi.

Poe sacaneem nisto.

Abraço

Ernesto

Carlos Andreazza disse...

Almir Guineto: o maior, o maior!

(Caso sério é a entrada do Zeca nesse samba)...

Luiz Antonio Simas disse...

EDU, se o homem estivesse vivo, morreria...saudades do D. Helder e do Dr. Alceu.

Ernesto, aí seria dose pra jabuti dopado. Deus nos livre.

CA, disse tudo. Graaaaannnnnde Guineto!

Edgar Filho disse...

Simas, já teve funk, sertanejo e o escambau em quadra de Escola de Samba. Agora é a vez do da música religiosa católica. Fatalmente teremos ainda crentes de todas as cores com seus repertórios divinos e outros estilos musicais próprios para o local. Só me resta uma pergunta, que gostaria de ver respondida: quando teremos sambas-enredo de verdade nas quadras novamente? Pelo menos na imensa maioria delas.

Um abraço
Edgar