sábado, 20 de março de 2010

AD IMMORTALITATEM


Ando meio preocupado com a situação da Academia Brasileira de Letras. A morte do imortal José Mindlin suscita  dúvidas sobre os  candidatos ao fardão. Não vejo, no horizonte, nenhuma candidatura confirmada que até agora honre a casa de Machado de Assis. É por isso que lanço uma campanha cívica. A ABL deve preencher a vaga de Mindlin com um nome expressivo da cultura brasileira e, por que não, mundial. Há excepcionais opções no pedaço. Segue a minha lista de candidatos: 

INRI CRISTO - Candidatura imbatível. INRI Cristo é autor de uma série de parábolas que denotam pleno domínio da língua portuguesa e guardam profundas lições de vida.  Suas participações em programas de televisão, jogando sinuca com o Padre Quevedo, caminhando sobre as águas de um parque aquático em São Paulo e andando de montanha russa com  discípulas, fortalecem a imagem de um candidato antenado com o mundo. INRI, inclusive, tem perfil no orkut, conta no twitter e reescreveu o Pai Nosso, a mãe de todas as orações. O site do candidato, dos melhores da internet, pode ser visto aqui .

PROFESSOR WANDERLEY LUXEMBURGO - Excelente opção. O professor Luxemburgo é autor de dois clássicos: É Campeão! e Profissão Campeão. Além do reconhecido talento com as palavras, Luxemburgo é um ícone da moda, com seus ternos bem cortados e sapatos italianos. Honrará, portanto, o fardão dos imortais, podendo, inclusive, utilizá-lo para dirigir suas esquipes em jogos de gala. O vocabulário rebuscado que utiliza nas entrevistas coletivas após as partidas é também um prova de apreço pela última flor do Lácio.

PEDRO BIAL - Pedro Bial tem credenciais para a imortalidade. É autor de uma alentada biografia  do nosso companheiro, o jornalista Roberto Marinho. Escreve ainda os textos lidos durante os paredões do programa Big Brother Brasil. É dono de uma prosa sofisticada, que lembra vagamente o estilo de Eleanor H. Porter, a autora de  Poliana, a moça. Bial poderá realizar os paredões da ABL durante o tradicional chá dos imortais. Proponho, desde já, que este seja o critério para a mudança de cadeiras na casa. O derrotado no paredão sai direto do chá, em um féretro oblongo, para o mausoléu da academia, no agradável cemitério de São João Batista. Garanto que a ABL, com a instauração do paredão do Bial, ganhará popularidade jamais vista entre nosso povo, se transformando  numa instituição cada vez mais atraente para a juventude canarinho. Proponho ainda que o primeiro paredão inclua o imortal José Sarney.

PAULO BARROS - O carnavalesco merece a vaga pela sinopse do enredo É Segredo, da Unidos da Tijuca em 2010. A ideia original foi do menino Vinícius Ferraz, de quinze anos. Barros se inspirou no estalo do infante e redigiu o texto, com referências a Nabucodonosor, Batman, Robin, Nero, Al Capone, o Homem Aranha, extraterrestres, Michael Jackson e o sapo cururu da beira do rio. Ao escolher o carnavalesco como imortal, a ABL passará a ter dois magos, dois paulos, em seus quadros: O Barros e o Coelho.

ANDRÉ LUIZ, O ESPÍRITO - André Luiz é  o espírito que ditou para o médium Chico Xavier obras como Nosso Lar, Sol nas almas,  Obreiros da vida eterna e Sexo e destino. Ninguém descreveu com mais precisão e rigor estilístico a vida no além túmulo. Considerando-se que a ABL é a casa dos imortais, a escolha de André Luiz é mais do que natural - já que o autor passou a escrever depois de morto. A se pensar, apenas, como fazer a cerimonia de posse de um espirito e a viabilidade de se colocar o fardão em um fantasma.

ZAYDAN ALKIMIN - Este é o candidato ideal para a Academia entrar na era da diversidade cultural. Zaidan é o autor de, pelo menos, dois clássicos: O livro vermelho da Pomba Gira e Zé Pelintra: dono da noite e rei da magia. Os livros são recordistas de vendas nas lojas do Mercadão de Madureira e ensinam varios ebós de amarração, sucesso no emprego, aumento do charme pessoal e como se sentir bonita com o auxílio da Cigana da estrada - se aproximando, portanto, das reflexões do imortal Ivo Pitanguy sobre os mistérios da beleza.


APÓSTOLO ESTEVAM HERNANDES - O líder da Igreja Apostólica Renascer em Cristo, marido da Bispa Sonia e mentor espiritual do jogador Kaká,  é escritor alentado e pródigo. Escreveu , dentre outros livros, Como não morrer no deserto, Desafiando o impossível  e As 7 leis espirituais da colheita. A eleição do apóstolo também se justifica pelo fato de que Estevam, assim como Chico Buarque de Holanda, é escritor, compositor e cantor.  São de sua lavra canções como Pé na areia, Congestionamento, Parede branqueada, Mosca, Esperança, Alfa e Omega, Há uma unção e Apocalipse now. A imortalidade de Estevam pode, também, atrair para a ABL o apoio do importante segmento neopentecostal do país. Os louvores musicais do apóstolo podem ser escutados aqui .

PRESIDENTE LULA - Lula é candidato natural a qualquer coisa, de síndico do meu prédio a Papa. Seus discursos sobre a paz no Oriente Médio lembram os melhores momentos do Sermão da Montanha e justificam a imortalidade. Mostram, também, que o presidente estudou profundamente a questão árabe-israelense e concluiu que a solução é simples como a propaganda do Banco Itaú - aquela com dois menininhos - um judeu e um palestino - que desistem de brigar e viram amigos porque estão com a camisa da seleção brasileira. Vamos distribuir milhões de camisas do escrete, acabar de vez com o furdunço e consolidar a nossa sofisticada política externa. A ABL, que contou em seus quadros com o presidente Getúlio Vargas, não pode prescindir do cara.

Abraços.

12 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom! Ouvindo a CBN cheguei até aqui e estou me rachando! Impagável ver o Inri no chá dos imortais sendo servido pelo Villaça na boquinha, já que suas mãos só podem abençoar. Parabéns!

Dyó Menezes disse...

Acabo de ouvir sua entrevista no Revista CBN aqui em SP (não sei se este programa é nacional). Brilhante, Lula. Eu, como amante leigo da história sempre curto sua visão, digamos, inovadora dos fatos e, de certa forma, me divirto emocionado com isso.
Abraços,

Dyocil

Guigo disse...

Simas, este seu texto (somado a outros mais) torna-o um sério candidato à ABL (ou seria 'candidato sério'?).
No seu caso, o B da ABL brilharia com muitíssima intensidade!

Jairo Costa disse...

Após uma surra de 25 dias sem o oivelox, 52 ligações para reclamar, uma ida ao procon, que deu a empresa 15 dias, tentativas com 5 supervisores da oi e uma reclamação junto a anatel, rezas e preces para muitos Deuses, finalmente agora consegui o tão desejado sinal. Assim só lí a postagem de hoje. Diante de tantos candidatos bons e sendo dificil a escolha sugiro o aumento da bancada a exemplo do recente aumento das bancadas dos prefeitos.

Abraços

Jairo Costa

Mateus C. disse...

A candidatura mais forte é a do Lula. Pelo menos é o que o pessoal do PT garante. Logo, decidiu-se que o Cara primeiro vai se dedicar à pleitear o cargo de Secretário-Geral da ONU, que ele considera estar mais à sua altura.

Mas, nos bastidores, especula-se que essa decisão tem um motivo oculto. Ele vai esperar que outro imortal "paradoxe" para realizar seu sonho: concorrer com o FHC (que também tem um ego compatível com a ideia de imortalidade) e enfim ganhar dele nas urnas. Disse que se for preciso, vai até propor um exercício de comparação entre as carreiras literárias. Será uma eleição plebiscitária, segundo ele. O embate do século! No petit-trianon de Machado de Assis.


ps.: Se, no conflito entre os árabes e os judeus, as autoridades brasileiras decidirem dar camisas da Seleção nacional com os nomes e números do Josué ou do Felipe Melo, periga o furdunço não terminar nunca mais, hein.

alberto disse...

Meu voto vai para André Luiz, o espírito. Dispensa comentários.
abração
mussa

José Sergio Rocha disse...

PROFESSOR JOEL SANTANA! QUE JÁ É QUASE DE CASA, SIMAS

Bezerra disse...

Confesso, Simas, que estou em dúvida - cruel, eu diria - entre o Inri Cristo e o Pedro Bial.

Ricardo Riso disse...

Simas, desta vez o senhor se superou!!!
Meu voto seria para o imbatível Lula, mas penso que para a popularização da Casa a eleição do Pedro Bial seria fundamental.
Obrigado pelas suas pérolas de sabedoria e humor.
Abraços!!

Gabrielan disse...

Voto no ANDRÉ lUIZ, sem dúvida!

Anônimo disse...

Acho que vai ganhar o Martinho da Vila. Agora, desses aí, eu fico com o Paulo Barros. Porque ele vai dar show particular de ilusionismo.

Carlos Yuri disse...

Uma lista de prováveis imortais sem GABRIEL CHALITA não pode ser considerada séria.